Como tratar a varicocele

Patologia do sistema circulatório, a varicocele provoca desde pequenos incômodos até a infertilidade masculina.

Varicocele é a dilatação anormal das veias do testículo, que fazem parte do cordão espermático (responsável pela sustentação da bolsa escrotal), em especial após um esforço físico. Esta dilatação dificulta o retorno venoso e a troca de nutrientes. Isto leva ao acúmulo de substâncias tóxicas na região e provoca o aumento da temperatura local, o que determina disfunção testicular e queda na qualidade do sêmen. Os testículos ficam expostos justamente para manter temperatura mais baixa que a do restante do corpo.

Publicidade

A varicocele é uma das causas da infertilidade masculina, mas não está relacionada à impotência. Na maioria dos casos, tem causas genéticas e costuma surgir após a puberdade, predominantemente no lado esquerdo do escroto (cerca de 90% dos casos). Na maioria, não gera qualquer incômodo (o que é um grande perigo para a saúde, já que o doente não procura auxílio médico), mas muitos homens relatam dor, redução (atrofia) do testículo, desconforto e sensação de peso, além da questão estética. O uso de suspensórios escrotais durante os exercícios físicos ajuda a aliviar os sintomas.

A doença está presente em 15% da população total (adultos e adolescentes) e em 35% dos homens inférteis. Quando surge repentinamente, principalmente em idosos, a causa pode ser um tumor renal, pressionando a circulação sanguínea.

O diagnóstico da varicocele é feito na avaliação clínica; em muitos casos, sob um esforço do paciente, a veia dilatada é sensível e até visível. O calibre das veias da região escrotal varia entre 0,5 e 1,5mm; em pacientes com varicocele, aumenta para mais de 2mm.

Publicidade

O diagnóstico é suplementado por exames de imagem, como a ecografia, que verifica se há refluxo do sangue e a intensidade desse refluxo. Espermogramas são indicados para avaliar a qualidade dos espermatozoides.

Alguns medicamentos podem melhorar a circulação sanguínea na região, mas se for comprovada a redução da fertilidade, quase sempre o prognóstico é a cirurgia, que é um procedimento simples, realizado sob anestesia local, com duas pequenas incisões no púbis, para a ligadura das veias varicosas. A intervenção dura pouco menos de uma hora e o paciente tem alta no mesmo dia.

Apesar de ser a principal causa de esterilidade masculina, especialistas são unânimes em afirmar que a varicocele não é uma doença grave, mas alertam que o diagnóstico precoce e as avaliações médicas regulares são fundamentais para manter a boa qualidade de vida. Os efeitos da varicocele podem ser progressivos.

Publicidade

Comente