Como valorizar seu carro na hora de revender

Neste artigo, veja algumas dicas de como valorizar seu carro na hora da revenda e quais os itens que mais chamam atenção e facilitam a venda do seu carro.

A compra do primeiro carro é um dos momentos mais inesquecíveis na vida de qualquer pessoa. Não é só o fato de ter um bem mas ter algo que nos leve para onde desejamos e que faça parte dos momentos mais incríveis de nossas vidas. Mas como tudo na vida, chega uma hora que é necessário passar o carro pra frente, deixa-lo para adquirir um outro carro mais novo ou investir em algo melhor como um imóvel, ainda que precise andar a pé por um bom tempo.

Publicidade

Mas independente de qual seja sua situação, do porque está tendo que vender o carro, a hora da revenda é um momento complicado para a maioria dos proprietários, pois nem sempre aquele carro tão querido por você tem os itens certos para valer o que você quer ou precise.

Por isso antes mesmo de revender, é importante que você preste atenção em algumas dicas básicas para valorizar seu carro na hora da revenda, e não perder dinheiro nem a paciência, com um carro que ninguém quer mais, nem você!

Básico e completo

Um dos pontos na hora de revender um carro, é aquela famosa pergunta: ele é básico ou completo? Mas qual os problemas que você terá em relação a essas duas diferenças? O problema aparece justamente na hora da revenda. Quando se compra um carro básico, com certeza ele é bem mais barato do que seu próprio modelo mais completo, mas na hora da revenda, ele também terá seu valor rebaixado.

Publicidade

Enquanto isso, o carro completo pode ser mais caro na hora da compra mas compensa mais quando pensamos não só na hora da revenda que dará umas moedinhas a mais, mas porque os automóveis perdem muito valor de mercado em pouco tempo. A partir do momento que compramos um carro zero e o tiramos da loja, ele já começa a perder valor, sendo que em 2 ou 3 anos, terá até mais de R$10.000,00 a menos de valorização.

Se seu carro é básico, ofereça algumas facilidades para manter o preço que você quer, caso seja mais alto do que o de mercado. Deixe o som do carro ou venda o carro com o ipva pago, ou mesmo assuma todos os custos com a documentação, assim você pode conseguir negociar um preço justo e que seja bom pra você e pra quem está comprando seu carro.

Documentação

Outra preocupação é quanto a documentação do carro. Observe cada documento, principalmente quando se está assumindo a dívida de um carro alienado. No caso de um carro quitado, observe se todas as parcelas foram pagas em dia, se há multas no detran e se já foi roubado ou passou por batidas ou roubos. Se você está vendendo e possui irregularidades na documentação, deixe tudo em dia antes de colocar o carro a venda.

Conservação do carro

Como foi dito anteriormente, dê uma boa olhada no carro e observe se os pneus estão carecas, se a frente ou a traseira possui riscos, se as laterais estão com algum amassado e se a pintura do carro está uniforme. Qualquer diferença nesses aspectos deve ser questionado ao atual dono e caso você perceba que há contradições é melhor nem comprar o carro. Essas dicas valem pra você também que está vendendo seu carro, procurando cuidar dele para que na hora de revender você consiga um bom preço e tudo na base da justiça e verdade.

Publicidade

Comente