Como viajar na gravidez

Conheça algumas dicas para um voo seguro e confortável enquanto estiver grávida e não perca a sua viagem.

Viajar de avião é geralmente seguro para mulheres grávidas, enquanto não houver complicações com a gravidez e que não esteja perto de dar a luz. No entanto, viajar grávida vem com algumas advertências, tais como um aumento do risco de coágulos sanguíneos e de ocorrer trombose, especialmente durante longos voos. Para garantir um transporte aéreo seguro e confortável durante a gravidez, siga estas dicas para viajar na gravidez.

Publicidade

– Viaje com pelo menos um companheiro que também possua suas informações de contatos de emergência, além do número de seu médico programado no seu telefone.
– Leve a documentação com a sua data provável do parto, informação de contato médico, e seu tipo de sangue.
– Mantenha-se hidratada. Desidratação em aviões pode ser pior quando você está grávida, então beba muitos líquidos livres de cafeína e não alcoólicos, antes, durante e após o voo.
– Use o cinto de segurança continuamente para minimizar o risco de ferimentos causados ??por turbulências imprevisíveis.
– Carregue um pacote de frutas frescas, como uva, ameixas, laranjas ou damascos secos. São ricas em vitaminas e te ajudam a se manter nutrida.
– Use meias de suporte e sapatos com tiras ajustáveis ??em caso de seus pés incharem.
– Levante e caminhe ao redor da cabine a cada duas horas.
– Aproveite para descansar bastante durante o voo.

Quando é a melhor hora de voar?
Segundo o Colégio Americano de Obstetras e Ginecologistas, o transporte aéreo é o mais seguro para as mulheres grávidas durante o segundo trimestre – Semanas de 18 a 24. Se você está considerando realizar um voo durante a gravidez, verifique com seu médico e com a companhia aérea antes de reservar.

O consenso geral na comunidade médica sugere que é melhor não viajar grávida antes de 12 semanas, devido ao aumento potencial do risco de aborto.
Após 28 semanas, quando o risco de entrar em trabalho aumenta, a maioria das companhias aéreas vai exigir uma carta de seu médico dizendo que você está apto para viagens aéreas durante a gravidez e confirmando a sua data prevista de vencimento. Se você está com mais de 36 semanas de gravidez, muitas companhias aéreas não vão deixar você voar.

Publicidade

Uma preocupação frequente da viagem aérea na gravidez é a exposição à radiação cósmica que ocorre naturalmente durante o voo. A Administração da Aviação Federal tem uma calculadora online que você pode usar para determinar a exposição à radiação recebida em voos particulares.
Para viagens a destinos que exigem vacinação, é aconselhável que você consulte seu médico.

Cada companhia aérea tem suas próprias regras para voar durante a gravidez
Se você reservar seus voos com um agente de viagens, informe-os sobre a sua gravidez e verifique se você tem permissão para voar. Vale a pena também alertar a tripulação que você está grávida – isso também deve garantir que você obtenha serviço especial para mantê-la confortável. Também é recomendado que você evite os aviões pequenos que voam abaixo de 7.000 pés.

Sinta-se confortável
Especialmente durante a gravidez, reservar o lugar certo no avião pode fazer a diferença. Você precisa ser capaz de se levantar e se mover ao redor do avião.
Nos sites da maioria das companhias aéreas possuem informações sobre o espaço para as pernas variando em cada um dos seus lugares. Se você pretende viajar grávida, vale a pena gastar algum dinheiro a mais para obter espaço um pouco maior.

Publicidade

Comente